Mini-Comicio no Bairro da Prodac: Contra a exploração por uma vida melhor

mini-mini-HPIM2910Realizou-se, no dia 18 de Fevereiro, no Bairro da Prodac, freguesia de Marvila, uma mini-comício que reuniu meia centena de pessoas. No âmbito da campanha do PCP «Contra a exploração e o aumento do horário de trabalho», esta iniciativa contou com a participação de Armindo Miranda, da Comissão Política do CC do PCP e de José Augusto, da Comissão de Freguesia de Marvila e dirigente da Associação de moradores do bairro.

A grave situação social que se vive no país, o roubo nos salários e pensões, o aumento do custo de vida e a ofensiva contra o direito à saúde, ao trabalho e à habitação foram temas abordados nas intervenções. As proposta do PCP para a ruptura com a política de direita e por soluções que defendam o povo e país apontando a luta como o único caminho para uma vida melhor.

O Bairro da Prodac localiza-se no Vale Fundão, em Chelas e tem o nome da Prodac-Associação de Produtividade de Auto Construção, Instituição Particular de Solidariedade Social, à qual, a Câmara Municipal de Lisboa cedeu, em 1971, um terreno para a construção de casas, que foram construídas pelos próprios moradores. O Bairro foi edificado com mais de 580 fogos para realojar moradores do Bairro Chinês, habitado por pessoas que vinham do interior do país e que procuravam em Lisboa melhores condições de vida.

A acção da associação de moradores do bairro, juntamente com a população, conseguiu que ao fim de mais de 40 anos, os moradores do Bairro da PRODAC recebessem, finalmente, a escritura dos seus terrenos.