Os Portos em luta encerrados por quem os faz funcionar: os trabalhadores!

Iniciou-se hoje uma nova jornada de luta dos trabalhadores marítimo-portuários, com uma greve de 48 horas dos pilotos e trabalhadores do controlo marítimo. A luta trava-se contra a sucessão de roubos de que estes trabalhadores têm sido objecto e contra as alterações ao regime de trabalho portuário que Governo e UGT assinaram nas costas dos trabalhadores. O encerramento de todos os portos nacionais veio mais uma vez confirmar que é com os trabalhadores e não contra os trabalhadores que Portugal pode sair do buraco onde o mergulhou 35 anos de política de direita!

Ler Comunicado do Partido aos Trabalhadores Portuários