Em defesa do sector marítimo-portuário e da economia nacional

quadr mpO PCP confrontou o governo com um conjunto de questões relativas ao Sector Marítimo-Portuário: questionou a forma como se está a exigir os certificados médicos aos marítimos (ler); alertou para o definhar do 1º registo nacional e para as dificuldades que isso está a trazer aos praticantes e marítimos (ler); apontou para a necessidade de um serviço nacional de dragagens (ler) e para a possibilidade de dar uma resposta nacional ao serviço de bancas (ler); denunciou o facto dos serviços de inspecção de navios estarem a ser desmantelados (ler). Tudo reflexos da política de direita que continua a ser imposta no sector, e pistas de uma rumo diferente que a economia nacional deveria seguir igualmente neste sector,