Descontos aplicados pelo Governo nos transportes da região de Lisboa excluem a população de Odivelas

downloadO PCP considera positiva a decisão do Governo de introduzir o desconto de 60% no passe para maiores de 65 anos, e de alargar a gratuitidade dos transportes para as crianças até aos 12 anos na Carris e no Metropolitano de Lisboa.
O PCP lamenta, no entanto, que o Governo tenha decidido restringir à cidade de Lisboa essa medida, excluindo os utentes dos restantes concelhos da Área Metropolitana de Lisboa e do País. 

É completamente inaceitável que um reformado de 65 anos de Odivelas que deseje utilizar o Metropolitano não tenha acesso ao desconto de 60% para o passe Navegante que o serve (o Navegante Rede), quando esse desconto é garantido ao mesmo reformado de Benfica ou Lumiar.


Da mesma forma, não se compreende porque é que as crianças até aos 12 anos, de qualquer freguesia ou localidade do concelho de Odivelas, tenham que pagar o passe até chegar a Lisboa e o governo só lhes garanta um passe nas deslocações dentro desta Cidade. Os cidadãos devem ser, todos, tratados de igual forma! 

Os descontos foram decretados pelo Governo, são praticados em empresas tuteladas pelo Governo e são pagos pelo Orçamento de Estado, pelo que deveriam abranger todos os maiores de 65 e os menores de 12 anos.

É inaceitável que, para tentar favorecer a campanha eleitoral do candidato do PS a Lisboa, o Governo pratique este tipo de discriminações contra as outras autarquias e contra as populações dos restantes municípios. São medidas casuísticas e pensadas ao sabor de campanhas eleitorais, que não resolvem os problemas dos transportes na região de Lisboa. Ao invés, continuamos a ver crescer o caos nos transportes públicos da Cidade e da Região de Lisboa 

O PCP exige:
1. O alargamento a todo o país do desconto de 60% para todos os utentes a partir dos 65
anos, repondo a situação existente até Agosto de 2011
2. O alargamento da gratuitidade aos menores de 12 anos, em todos os transportes públicos.
3. O alargamento do Passe Social Intermodal a toda a Região de Lisboa, a todos os
operadores e a todas as carreiras, pelo qual o PCP tem lutado, avançando para uma
efectiva política de promoção da mobilidade e dos transportes públicos.


Fevereiro de 2017

 

Ler documento em PDF