58 - Finalmente!

  Na madrugada de 25 de Abril de 1974, culminando décadas de resistência dos trabalhadores e de luta popular contra o fascismo, e reflectindo as aspirações e anseios do povo português, o heróico Movimento dos Capitães dirige o levantamento militar que derruba a ditadura fascista e abre os caminhos para a conquista da liberdade, da paz e da democracia. A acção do Movimento dos Capitães é imediatamente seguida por um poderoso, entusiástico e incontível levantamento popular que constitui um factor decisivo para a consolidação da vitória. É o fim do fascismo. É a liberdade depois de 48 anos de ditadura fascista.

Apoiando e estimulando os militares patriotas, mobilizando-se e intervindo directamente na democratização da vida nacional, o levantamento popular afirma-se como factor decisivo para a consolidação da vitória. O povo português, fundindo a sua acção com o MFA num mesmo combate, numa mesma vontade, numa mesma aspiração, inicia a exaltante caminhada para a realização das suas mais profundas esperanças e aspirações.

Álvaro Cunhal, em "A Revolução Portuguesa - O Passado e o futuro": "O derrubamento do governo fascista foi obra do MFA. Mas a efectiva derrota do fascismo, a instauração das liberdades, as transformações democráticas, as conquistas revolucionárias, foram obra da grande aliança Povo-MFA, da aliança do movimento popular revolucionário o rganizado com os militares revolucionários do MFA".

Para aprofundar o Tema: 

Próximo Painel : 59 - A consolidação da vitória