PCP confronta Governo e apela à luta dos trabalhadores

emefprecarios10julNo dia 10 de Julho foi consumado o despedimento de 10 trabalhadores precários da EMEF de Santa Apolónia. Dez trabalhadores que fazem falta, dez trabalhadores que estão inscritos no programa de regularização da precariedade, dez trabalhadores que já deviam estar efectivos há anos. O PCP, no requerimento na Assembleia da República que se anexa, confrontou o Governo com esta decisão da Administração que acabou de nomear para a CP e para a EMEF e exigiu a imediata contratação destes trabalhadores. E apela à luta dos trabalhadores da empresa.

Ler Requerimento em PDF