Sector de Empresas

Célula do PCP na INCM apela à participação na Festa do Avante!

 empresas incm concentracaominfin fev2015A Célula do PCP na Imprensa Nacional Casa da Moeda editou o seu boletim informativo "Conta-Fios", no qual apela à participação de todos na Festa do Avante! 2015. Explicando que se trata de uma grande iniciativa aberta ao povo português, os trabalhadores comunistas da INCM desejam que todos participem na construção e realização da Festa.

 

Continuar...

Célula do PCP na INCM repudia ataque à união dos trabalhadores

 

A Célula do PCP na Imprensa Nacional Casa da Moeda publicou a edição de Abril do seu boletim informativo "Conta-Fios", alertando os trabalhadores da instituição para as tentativas de divisão e enfraquecimento da sua acção colectiva, traduzida nas suas organizações representativas: a Comissão de Trabalhadores e o Sindicato (SITE).

 

Sem objectivo de tomar rédeas nessas organizações, a Célula do PCP afirma que os trabalhadores saberão dar resposta a manobras divisionistas e que defenderão as suas justas reivindicações com unidade, diginidade e por uma política patriótica e de esquerda.

 

Conta-Fios - Abril 2015 | Consultar PDF

 

Sector de Empresas de Lisboa põe a Marcha Nacional "A Força do Povo" nas ruas da cidade

 

empresas accaopinchagens marcha6junA marcha da convergência de todos os democratas e patriotas que afirmam a luta dos trabalhadores e do povo como elemento central da construção da alternativa política patriótica e de esquerda, uma necessidade inadiável imposta pela actual situação económica e social do país.

 

Nesta marcha participarão todos aqueles que não se resignam ao rumo de declínio a que a política de direita pretende condenar o país.

 

Ver fotos

 

Boletim da Célula do PCP na INCM denuncia ataque do Governo à Empresa e apela à luta

incm2012julO Boletim da Célula do PCP na INCM (Imprensa Nacional Casa da Moeda) denuncia que o Governo, na sendo do ataque ao Sector Empresarial do Estado, se virou agora contra a INCM, empresa que é não apenas uma unidade económica geradora de riqueza (que é!) mas igualmente um elemento da soberania nacional que não pode ser alienado ou destruído. Concluindo que a "INCM tem futuro, este Governo é que não!", o PCP apela ao reforço da luta dos trabalhadores!

Ler Comunicado em PDF