CDU lança iniciativa "Lisboa - Luz e Sombra"

cdu luzesombra joaoferreiraLançamento de "Lisboa - Luz e Sombras" no passado dia 5 de Maio, no Largo do Intendente, com a participação de João Ferreira, vereador do PCP e candidato da CDU à Presidência da CML e de Cláudia Madeira, eleita municipal do PEV.
Os participantes podem enviar as suas fotos até dia 1 de Julho. O júri é composto por Fátima Rolo Duarte (designer), Luís Mendes (geógrafo) e Manuel Gusmão (poeta e ensaísta).

Zona Norte comemora 95.º aniversário do PCP

 

zonanorte almoco 95aniversariopcpEste domingo, realizou-se o almoço comemorativo dos 95 anos do nosso Partido, o​rganizado pela Zona Norte de Lisboa, que contou com a intervenção do camarada Armindo Miranda, do Comité Central do PCP.

Presidenciais: Natacha Amaro é mandatária concelhia de Edgar Silva na Cidade de Lisboa

 

pcp presidenciais2016 mandatarialisboa natachaNatacha Machado Amaro é a Mandatária no concelho de Lisboa da Candidatura de Edgar Silva à Presidência da República.


Natacha Machado Amaro, 40 anos, técnica superior, natural de Lisboa, é chefe de Serviços na União de Sindicatos de Lisboa, desde 2010. Licenciada em Relações Internacionais e Pós-Graduada em Estudos Europeus, esteve ligada ao Parlamento Europeu durante 10 anos.


É eleita pelo PCP na Assembleia Municipal de Lisboa desde 2013, e está associada, há vários anos, à luta pelos direitos das mulheres, tendo sido dirigente do Movimento Democrático de Mulheres de 2005 a 2014.
Está ainda ligada ao Movimento Associativo Popular.

 

CDU apela ao voto dos trabalhadores da Casa Pia de Lisboa

CDU2014A CDU apela aos trabalhadores da Casa Pia de Lisboa para, no próximo dia 25 de Maio, penalizarem PS, PSD e CDS-PP, responsáveis pela precarização e agravamento das condições de trabalho. O voto na CDU reforça a candidatura que expressa a luta do povo português pelos seus direitos e afirmações,  por uma política patriótica e de esquerda, que defende os valores de Abril no futuro de Portugal.

 

Os trabalhadores da Casa Pia de Lisboa, docentes e não docentes, tal como os outros trabalhadores portugueses, têm múltiplas razões para fazer ouvir o seu protesto, no dia 25 de Maio.

 

Continuar...