PS, PSD e CDS juntam-se na rejeição de moção do PCP sobre a defesa da continuidade dos hospitais da Colina de Santana

 

estetoscopio pixabayOs vereadores do PS, PSD e CDS rejeitaram, ontem, em reunião de CML uma moção do PCP que defendia a reversão do processo de venda à ESTAMO dos Hospitais da Colina de Santana (São José, Santo António dos Capuchos, Santa Marta e Miguel Bombarda) bem como a continuidade do funcionamento de unidades de saúde.

 


Esta posição é bem clarificadora da opção política da actual maioria PS que aceita, assim, a entrega de todo aquele património à especulação imobiliária. Os vereadores do PCP defenderam que, independentemente da construção de um novo hospital na zona oriental da cidade, aqueles hospitais deveriam continuar em funcionamento. A actual gestão PS deixou bem clara a sua posição num processo que constituirá não só um golpe no SNS, mas que terá profundos impactos negativos na vida social e económica daquela zona da cidade. O PCP tudo continuará a fazer para impedir que este negócio seja concretizado, na defesa do acesso aos cuidados de saúde, dos utentes, de quem vive e trabalha em Lisboa.