CGTP-IN exige de Fernando Medina respeito pela liberdade de organização sindical na Carris

20180830 carrisO STRUP/FECTRANS realizou hoje uma Tribuna Pública frente à Câmara Municipal de Lisboa, denunciando o facto da Administração da Carris se recusar a assinar o texto do AE negociado sem que o Sindicato se submeta a uma cláusula (sobre a cobrança coerciva de quotas a não sindicalizados) que nunca foi negociada e muito menos aceite. A Tribuna repudiou ainda a discriminação que está a ser aplicada aos sócios do STRUP na Carris, e exigiu da coligação PS/BE que governa a autarquia uma intervenção imediata para repor a boa fé negocial e a defesa da liberdade de organização sindical. O PCP esteve presente, em solidariedade, através do Vereador Carlos Moura. Diversas ORT's fizeram questão de ir à Tribuna Pública exigir o fim da cumplicidade de Fernando Medina com esta situação - STML, STAL, USL, CGTP-IN - estando presentes diversas outras.