PCP questiona o Governo sobre novas supressões de comboios na Linha de Sintra, pondo em causa a saúde dos utentes

20200409 linha sintraA CP anunciou no dia 8 de Abril que a oferta de comboios seria ajustada, reduzindo o número de circulações em conformidade com o regime excecional  do período da Páscoa.

O PCP teve conhecimento de várias situações, e a própria Comissão de Utentes da Linha de Sintra o expõe, que o «ajustamento» da oferta da CP, hoje a 9 de Abril, verifica-se em 2 comboios, em cada sentido, por hora.
O facto de haver tolerância de ponto, no dia 9 de Abril, para os trabalhadores do Estado e de ser feriado, dia 10 de Abril, há muitos milhares de trabalhadores e de outros passageiros que dependem do serviço de comboio para fazer deslocações essenciais.
O resultado desta decisão da CP foram os comboios lotados, sobretudo, num contexto de epidemia viral COVID19, onde é impossivel cumprir as distâncias de segurança. 

O PCP questionou o Governo, uma vez mais, sobre as supressões de comboios na Linha de Sintra que põem em causa a saúde dos utentes.
Ver pergunta em PDF - 9 de Abril de 2020

Ver noticia sobre Sobrelotação de comboios e supressões na linha de Sintra - 23 de Março de 2020.