PCP questiona Governo sobre despedimentos de 200 trabalhadoras nos refeitórios escolares em Sintra

refeitorios escolares

No seguimento do fecho dos estabelecimentos escolares decretado pelo Governo, como medida de contenção da pandemia COVID 19,  o prestador privado (ICA - Indústria e Comercio Alimentar, S.A.) despediu 200 trabalhadoras que confecionavam refeições. São 200 trabalhadoras que foram despedidas quando mais necessitavam de manter o seu posto de trabalho. O PCP questionou o Governo sobre esta situação e como tenciona para assegurar o cumprimento dos direitos dos trabalhadores, bem como a manutenção dos seus postos de trabalho e o cumprimento de todos os direitos laborais durante a situação de pandemia?

Ver pergunta em PDF