PCP questiona Governo sobre despedimentos na Parque Sintra Monte da Lua S.A.

1Maio-PSML 7f506O PCP teve conhecimento que foram despedidos mais de 20 trabalhadores da  Parque Sintra Monte da Lua S.A. (PSML)(empresa pública), com vínculo à empresa Multitrab, estando outros tantos a aguardar eventualmente pela rescisão do contrato. Esta situação é paradigmática do incumprimento por parte desta empresa da regularização dos vínculos precários e por isso estes mesmos trabalhadores, detentores de um vínculo temporário, já deviam ter sido integrados nos quadros da PSML. A declaração do Estado de Emergência para combate à epidemia do COVID-19 levou o Governo a tomar medidas de contenção da pandemia.O Primeiro Ministro afirmou que o Estado não iria despedir trabalhadores. Conclui-se, por isso, que a empresa Parques de Sintra – Monte da Lua, não está a seguir as orientações do seu accionista maioritário: o Governo Central. Neste sentido o PCP questionou o Governo, se sabe desta situação?  Como pode ser uma empresa totalmente detida por entidades do Estado, ser a primeira a fazer despedimentos dos seus trabalhadores mais fragilizados? O que pretende fazer que a Parques de Sintra – Monte da Lua cumpra as indicações do Governo em relação ao não despedimento de trabalhadores com actividade ligada ao Estado?
Ver pergunta ao Governo em PDF