Continua a agitação em torno da Greve Geral

 A pintura deste Mural pelos camaradas de Linda-a-Velha representou muito mais que um contributo da organização local do Partido à agitação em torno desta grande luta da classe. Ela implicou a capacidade de resistir à ilegal pressão policial com que tentaram intimidar a acção dos camaradas.

Pintar este Mural representou assim um importante acto de defesa da Constituição da República - os direitos defendem-se exercendo-os!

Comunicado aos Micro e Pequenos Empresários

Aos Micro e Pequenos Empresários

30 de Maio
Contra uma política sem crédito e sem futuro

Nós, Micro e Pequenos Empresários, estamos a sofrer as consequências de uma política injusta que nos está a estrangular, e que a não ser travada, colocará em risco o nosso futuro.
 
O Governo encheu a boca com a importância que as micro e pequenas empresas têm para o país, no emprego, na produção interna e no tecido económico local e das Regiões. Mas esse discurso audível no período eleitoral esfumou-se completamente, não se verificando iniciativas ou medidas tendentes à defesa dos interesses das micro e pequenas empresas.
 
As políticas fiscais, de apoios comunitários e de crédito têm discriminado pela negativa as micro e pequenas empresas provocando enormes dificuldades, avolumando-se com a redução do consumo interno e do poder de compra dos portugueses.

O comércio tradicional e a restauração atravessam uma situação crítica, verificando-se o mesmo ao nível da indústria da construção. Há uma linguagem que começa a ser comum entre nós: “Isto está parado”.
 
A redução brutal do poder de compra está a levar a uma profunda redução do consumo com consequências muito negativas na nossa actividade.

Ao mesmo tempo amplia-se cada vez mais o volume de lucros que os grupos económicos e financeiros apresentam. Os resultados agora conhecidos dos quatro maiores bancos referentes ao primeiro trimestre revelam que obtiveram lucros de 558,4 milhões de euros, um aumento de 24%, que contrasta chocantemente com as crescentes desigualdades que atingem a generalidade da população, dos trabalhadores e dos micro e pequenos empresários.

Não nos podemos calar! Temos de agir! 

A greve geral do dia 30 de Maio tem como objectivo, entre outros, a reivindicação de uma nova política e de um novo rumo para o país que não encare o aumento do poder de compra dos trabalhadores, dos reformados e pensionistas como um inimigo do desenvolvimento económico mas, pelo contrário, um aliado do aumento da produção e da riqueza nacional.

Mais do que estar solidário, em 30 de Maio é preciso estarmos ao lado de todos aqueles que lutam contra esta política e lutar pela necessidade de uma mudança de rumo para o país.
 
A politíca de direita só  serve os interesses do capital financeiro e dos grandes grupos económicos, o que motiva e justifica a luta de dia 30 de Maio dos trabalhadores portugueses. Mas esta política de direita tão pouco serve os Micro e Pequenos Empresários. É do lado dos trabalhadores que os seus interesses os colocam.

Esta é uma luta de todos para todos.

Participa!

Comissão Regional de Lisboa dos Micro e Pequenos Empresários

18 Maio - PCP e população da Castanheira em luta

  No passado dia 18 de Maio, sexta feira, cerca de 200 pessoas juntaram-se na concentração convocada pelo PCP exigindo a conclusão das obras do novo Centro de Saúde da Castanheira, que já se arrastam à 6 anos. Reunidos em frente ao actual Centro de Saúde, a população presente na concentração aprovou por unanimidade a moção apresentada, mostrando disponibilidade para desenvolver outras acções de luta em torno do Centro de Sáude, numa freguesia com cerca de 10 mil habitantes.

Participou nesta concentração, Bernardino Soares Presidente do Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República.

Ler Moção Aprovada

22 Maio - Apresentada Lista da CDU para LISBOA 2007


 Hoje, 22 de Maio, foi apresentada a lista da CDU à Câmara Municipal de Lisboa. A sessão foi presidida por Heloísa Apolónia, do Partido Ecologista "Os Verdes", e contou com as intervenções de Ruben de Carvalho e Rita Magrinho, os primeiros dois candidatos da lista da CDU.

Ver www.cdulisboa.net

Greve Geral - A resposta de Classe que a Classe Trabalhadora Necessita


Aproxima-se a data da Greve Geral - 30 de Maio. Como se pode ler neste postal editado pela SIPDORL do PCP, "A Hora é de luta!".

O PCP, que sem equívocos, apoia a Greve Geral, sublinha a necessidade de intensificar a propaganda, agitação e organização nestes últimos dias.

Por um lado, a Comunicação Social tenta silenciar a Greve, e por outro, o Governo demonstra sentir medo ao tentar impôr serviços mínimos ilegais.

A unidade e determinação dos trabalhadores, materializada numa grande greve geral, dará a resposta que se impõe à ofensiva do patronato e seu governo.

Usa este postal e os materiais no Menu InfoGreveGeral  (Comunicados , Pré-Avisos , Materiais de Apoio , Reportagens )para agitar e esclarecer para a Greve Geral.