25 de Abril - Muitos Milhares a Defender a liberdade com toda a firmeza!

Milhares desceram hoje a Avenida da Liberdade em Lisboa, numa grandiosa manifestação que reafirmou a vitalidade dos ideais da Revolução de 25 de Abril. Particular- mente presente nesta manifestação esteve a firme determinação de lutar pela liberdade sindical e contra a crescente repressão nas empresas.

Ver a Fotoreportagem da Manifestação

Ver a Secção do Arquivo sobre o 25 de Abril 

25 Abril - Todos à Manifestação da Avenida da Liberdade

No dia 25 de Abril realiza-se a Manifestação unitária em Lisboa, do Marquês de Pombal ao Rossio. Como todos os anos, dirão alguns. Dizemos nós: como todos os anos, porque a liberdade e a democracia conquistada com a Revolução Portuguesa têm que ser defendidas activamente todos os dias de todos os anos; porque é a participação massiva e combativa nas comemorações populares uma forma de luta concreta de defesa da liberdade e da democracia.; porque, em particular este ano, em que os ataques às conquistas de Abril se intensificam, a participação de cada um na Manifestação é uma indispensável reafirmação da actualidade e importância dos ideais de Abril.

Podes consultar aqui a nossa Secção sobre o 25 de Abril 

Podes, aqui, ver o Vídeo sobre o 25 de Abril que produzimos em 2007  

15 Abril - Tribunal de Utentes da Carris condena política de direita

O movimento de utentes da Carris realizou no passado dia 15 de Abril no Rossio um Tribunal de Opinião Pública onde procedeu ao julgamento das alterações impostas pela CARRIS que prejudicaram a população da Cidade. Perante a condenação unânime das políticas seguidas pela Administração da Carris e suportadas pelo Governo, a luta vai prosseguir.

PCP, na rua e na Assembleia: denunciar, esclarecer e mobilizar contra a imposição deste Tratado

No dia em que o PS, o PSD e o CDS, consumavam na Assembleia da República a ratificação do Tratado da União Europeia, e o faziam nas costas do povo e escondendo a verdade dos compromissos que em nome do nosso povo assumem com o grande capital europeu, o PCP dinamizou uma vasta acção de esclarecimento sobre o significado desta ratificação, com dezenas de acções de esclarecimento, e uma Tribuna Pública (na foto) realizada no Chiado. Na Assembleia da República também os deputados comunistas cumpriam o seu papel, numa intervenção de Agostinho Lopes onde expõe as razões do PCP para estar contra este Tratado e contra o processo adoptado pela direita para o ratificar, intervenção que pode ler aqui.

100.000 no Aviso Geral ao Governo - Revisão para pior do Código do Trabalho: NÃO!

Os 70 mil trabalhadores que hoje se manifestaram em Lisboa e os 30 mil que se manifestaram ontem no Porto, realizaram um significativo "Aviso Geral" ao Governo de que os trabalhadores portugueses não aceitarão a revisão para pior do Código do Trabalho, antes exigem ao Governo que cumpra as promessas eleitorais de rever - para melhor! - o Código.