Consequências da privatização da ANA: trabalhadores sem estacionamento no local de trabalho (mas os parques existem!)

IMG 1315Os Vereadores do PCP na Câmara Municipal de Lisboa (João Ferreira e Carlos Moura) visitaram hoje o aeroporto de Lisboa acompanhados de estruturas representativas dos trabalhadores do Aeroporto (SITAVA, CT SPDH, USL, SCIF-SEF, ASPP-PSP e APIT) para aprofundar o dramático problema da falta de estacionamento para os trabalhadores provocada pela política da multinacional Vinci, e cujos efeitos se fazem sentir nos bairros vizinhos ao Aeroporto. Uma situação que afecta particularmente os trabalhadores mais precarizados (dos prestadores de serviços e das ETT), mas está a agravar-se para os trabalhadores efectivos das empresas estruturantes da actividade aeroportuária e para os profissionais das forças de segurança destacados para o aeroporto. Apesar da abundante chuva, foi possível constatar o trajecto imposto aos APAS, por exemplo, cujos horários não permitem a utilização de transportes públicos, e que têm que percorrer quase um quilómetro à chuva e fardados porque tão pouco a ANA lhes disponibiliza uma sala para mudar de roupa. O PCP comprometeu-se a levar estas reivindicações à Câmara Municipal e ao Governo, apontando para a questão de fundo, a necessidade de retomar a gestão pública da ANA.

PCP exige transparência e verdade no processo de «expansão» do Aeroporto de Lisboa

vinciinvestimentos2016O PCP questionou o Governo sobre o projecto de «expansão» do Aeroporto de Lisboa, que desde Dezembro tem vindo a ser alardeado publicamente sem que o mesmo seja objecto de uma informação e discussão séria. Paralelamente, o PCP contesta que o Governo se tenha apressado a saudar o volume de investimentos anunciados pela multinacional Vinci, quando o que se exigia era uma crítica à redução desses investimentos face ao realizado pela ANA pública e uma discussão (pública e informada) do sentido desses investimentos, defendendo o país das consequências da privatização da ANA.

Ler Requerimento em PDF

O País continua a pagar a privatização da ANA!

portagensnoaeroportoAgora querem meter uma forma de portagem para aceder ao Aeroporto. O nome é modernaço, como sempre, «kiss and fly». A realidade é que estabelecem o direito de cobrar uma portagem a quem se dirigir ao Aeroporto, que desde já começa a ser paga pelas empresas que laboram no aeroporto (a não ser que paguem uma outra taxa à ANA) e por muitos utentes. O PCP confrontou o Governo com estas medidas, que representam novos impostos arrecadados pela multinacional Vinci à custa da economia nacional.

Ler Requerimento em PDF

PCP recebe trabalhadores da Portway (Grupo ANA/Vinci) vítimas de despedimento selvagem

mini-20150506 144254Os deputados do PCP Bruno Dias e Paulo Sá receberam hoje uma delegação do Sitava que integrava trabalhadores vítimas do despedimento selvagem no Aeroporto de Faro. Na ocasião, o PCP expressou a activa solidariedade com a luta destes trabalhadores, informou-os do conteúdo da resposta dada pelo presidente da ANA nessa mesma manhã à questão que lhe foi colocada pelo PCP, e sublinhou a importância de prosseguirem com a sua luta perante uma ilegalidade tão gritante.

Ler requerimento apresentado pelo PCP

PCP questiona Governo sobre despedimento selvagem em Faro pela multinacional Vinci

portway2015O PCP questionou hoje o Governo sobre a repugnante atitude tomada pela multinacional Vinci que decretou um despedimento selvagem no Aeroporto de Faro contra 12 trabalhadores da Portway, que apesar de terem contratos efectivos, foram despedidos com 24 horas de pré-aviso e sem indemnização. Uma monstruosa ilegalidade, que inclusive levou a que a ANA suspendesse alguns dos serviços prestados em Faro, tudo para fugir à integração destes trabalhadores na contratação colectiva.

Ler Requerimento em PDF

Quem mente sobre o afastamento dos Bombeiros do Aeroporto? António Costa ou a Administração da ANA?

anacriO PCP questionou ontem a Administração da ANA sobre o afastamento dos Bombeiros Sapadores de Lisboa do Aeroporto de Lisboa, uma medida que vai degradar a segurança do Aeroporto, vai ficar mais cara à ANA, vai prejudicar os Sapadores, e tem uma única lógica: encontrar um parceiro mais maleável, porque mais dependente, e mais disponível a contornar as leis da República - seja a lei da greve, sejam as referentes à segurança aeroportuária. Confrontado pelo PCP, o representante da multinacional Vinci endossou responsabilidades para a CMLisboa por não ter apresentado qualquer proposta de manter o serviço, mesmo quando para tal solicitada.  Nesse sentido, o PCP questionou agora a CM Lisboa, e não desistirá até ser apurada a verdade - e uma destas duas entidades está a mentir - e seja reposta a situação, com a manutenção dos Sapadores de Lisboa no Aeroporto.

Ler Requerimento entregue na CM Lisboa

 

ANA: Consequências da privatização devem ser (um novo) alerta para o futuro!

set anaFace ao novo  aumento de taxas anunciado pela ANA, o Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo em duas vertentes. Primeiro, sobre o contrato de concessão, que como sempre, era apresentado como magnifico antes de ser assinado e como a explicação para todos estes aumentos depois de ser um facto consumado - algo que deve ser lembrado agora que estão a ser elaborado e assinados novos contratos de concessão para outras empresas. e, em segundo lugar, questionando como é possível que aumentando tanto as taxas, a multinacional se prepare para reduzir o investimento nos Aeroportos Nacionais, ao contrário do apregoado publicamente.

Ler Requerimento sobre a ANA

Aeroporto de Lisboa: Quarto Aumento de Taxas em dois anos

anataxas agosto14Face a mais um aumento de taxas no Aeroporto de Lisboa (o quarto em dois anos) que provocaram já um aumento nas taxas de perto de 20%, o PCP recorda os alertas que oportunamente lançou contra a privatização da ANA que PS, PSD e CDS impuseram, e coloca a necessidade de intensificar a luta contra as consequências desta privatização. Até à sua inevitável reversão.

Ler Comunicado em PDF

Privatização da ANA: Basta de Hipocrisias!

anacriFace aos recentes «fait-divers» na Assembleia da República em torno da privatização da ANA, o Executivo do Sector dos Transportes decidiu tomar uma posição pública, recordando os promotores do processo (PS, PSD e CDS) e apontando que a privatização é o problema central e não o como foi privatizado.

Ler Comunicado em PDF

Aumentos da taxas no Aeroporto já vai em 9% desde a privatização da ANA

O PCP levou à Assembleia da República o protesto contra um novo aumento das taxas Aeroportuárias em Lisboa, o segundo desde a privatização da ANA. O PCP denunciou as desastrosas consequências para a TAP e para a economia nacional desta cobrança de dízimo por parte da mulrinacional francesa, exigiu que o Governo parasse este processo, e sublinhou que só a renacionalização dos Aeroportos resolverá os problemas e perigos originados pela privatização.

Ler Requerimento em PDF